quarta-feira, 22 de julho de 2009

Inútil Canto e Inútil Pranto pelos Anjos Caídos

video

O mergulho que o grupo brasiliense Teatro do Concreto fez na obra do dramaturgo Plínio Marcos rendeu, além do premiado espetáculo Diário do Maldito, uma leitura cênica a partir do conto 25 homens do livro INÚTIL CANTO E INÚTIL PRANTO PELOS ANJOS CAÍDOS. A leitura narra os últimos momentos da vida de 25 homens enclausurados numa cela de presídio e que morrem queimados durante uma rebelião. A obra é inspirada em fato verídico ocorrido em Osasco, SP.
O texto, publicado em 1977, guarda profunda relação com as questões carcerárias no Brasil, mantendo sua atualidade na crítica ácida ao sistema prisional 30 anos depois de seu lançamento. Dessa forma, o autor chama a atenção para questões importantes como distribuição de renda, violência, justiça, dignidade humana, fome e saúde.
Neste conto, mais uma vez, Plínio Marcos dá vez e voz aos excluídos, criando na sua narrativa detalhada do episódio uma verdadeira poética da crueldade.
FICHA TÉCNICA
Espetáculo: LEITURA CÊNICA DE INÚTIL CANTO E INÚTIL PRANTO PELOS ANJOS CAÍDOS EM OSASCO
Texto: Plínio Marcos
Direção: Francis Wilker e Ivone Oliveira
Realização: Teatro do Concreto
Elenco: Alonso Bento, Gleide Firmino, Hugo Cabral (1ª temporada), Jhony Gomantos (2ª temporada), Micheli Santini, Nei Cirqueira e Robson Castro (1ª temporada).

Marcadores: ,

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial